Estatuto prevê que Vale e BHP podem acabar com a Fundação Renova quando quiserem